Bandidos explodem dois bancos e fazem moradores reféns em Ipirá

A população de Ipirá, cidade localizada a 202 quilômetros de Salvador, acordou na madrugada desta sexta-feira (04) com fortes explosões e rajadas de tiros. Cerca de 25 bandidos fortemente armados, colocaram fogo em um veículo em frente a sede da 98ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) e em seguida, explodiram as agências dos bancos Bradesco e do Brasil.

Moradores relatam que depois de explodir o Bradesco, os criminosos fizeram passageirosde um ônibus que leva pacientes para tratamento de saúde em Salvador como reféns. Eles retiraram as mulheres do veículo e levaram os homens no veículo para a frente do Banco do Brasil.

Não há informações sobre feridos. Com essas duas novas agências atingidas, este ano, esse é o 28º ataque a instituições bancárias na Bahia. Em outras cidades, o fluxo de reabertura de agências é bastante lento. O CORREIO procurou moradores das 19 cidades onde as outras 25 agências ou caixas eletrônicos foram explodidos por bandidos. Entre 17 casos, 11 agências não voltaram a funcionar e dez reabriram. Outras quatro instituições não foram localizadas.

COMPARTILHAR