Cremeb investiga suposto esquema de deputado suspeito de oferecer cirurgia em troca de votos

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) vai instaurar uma sindicância para apurar a denúncia contra o deputado estadual Targino Machado (DEM), alvo de investigação da Polícia Federal por suspeita de corrupção eleitoral.

O deputado, que é pré-candidato à reeleição, foi filmado orientando uma paciente, moradora de Salvador, sobre como mudar o município eleitoral para Feira de Santana, durante uma consulta para marcação de cirurgia de laqueadura de trompas.

Segundo o inquérito instaurado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE), os pacientes eram inseridos na fila de regulação do estado, passando na frente de quem aguardava uma vaga. Os procedimentos eram realizados também pelo filho de Targino, o médico Tarcísio Torres Pedreira.

Na última terça (17), uma clínica clandestina atribuída ao deputado, localizada no município de Feira de Santana, também foi fechada pela Vigilância Sanitária, por não ter alvará de funcionamento nem credenciamento no Cremeb.

O deputado nega todas as acusações e diz estar sendo perseguido por um “adversário político”.

COMPARTILHAR