Ministério do Trabalho lança novos serviços digitais: Sine Fácil, Cursos On-line, Microcrédito e outros

Para facilitar a comunicação entre empregador e trabalhador, o Ministério do Trabalho lançou um pacote de políticas públicas de colocação profissional nesta quarta-feira (23). Entre elas estão, por exemplo, o aplicativo Sine Fácil Empregador e a qualificação on-line.

De acordo com o ministro do Trabalho, Helton Yomura, os serviços desenvolvidos “buscam aproximação entre a empresa que oferece vagas e o trabalhador que busca oportunidade no mercado de trabalho, utilizando a tecnologia para melhorar o atendimento, modernizar e simplificar o processo de contratações no País”.

Saiba mais sobre as novidades lançadas:

Sine Fácil Empregador
Já disponível para download na versão Android, o aplicativo permite ao empregador cadastrar vagas, consultar os currículos disponíveis e o nome dos candidatos habilitados no banco de dados do Ministério do Trabalho, além de convocar trabalhadores para entrevistas e processos seletivos.

Cursos On-line
Com a meta de oferecer 50 cursos on-line até o fim de 2018, a Escola do Trabalhador programa para junho a oferta de 10 novas formações. São elas: Português para Venezuelanos, Agente de Microcrédito. Empreendedorismo Digital, Identidade Visual. Gestão de Clientes, Introdução à Animação, Introdução ao Arduino. Excel Intermediário, Gestão Cultural e Economia Solidária.

Microcrédito
Novos agentes financeiros entram para operacionalizar os financiamentos cuja fonte de recursos é, basicamente, o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). É uma das estratégias do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMO). Com processos simplificados e adequados às novas tecnologias desde março deste ano.

Antifraude
Até agora já foram feitas cinco operações do Ministério do Trabalho em parceria com a Polícia Federal. Todas para impedir o uso indevido do seguro-desemprego. As ações do Sistema Antifraude já geraram uma economia de R$ 1 bilhão e resultaram em 31 prisões.

COMPARTILHAR