PRF realiza Projeto Trânsito Compartilhado na cidade de Jequié

O evento de abertura ocorreu na praça da Bandeira, onde foram realizadas ações de educação para o trânsito como simulação de acidentes e atendimento a vítimas, além de palestras educativas visando à conscientização do cidadão quanto às questões relacionadas ao trânsito.

Além da presença dos PRFs desta Regional, o evento contou com a participação da Secretaria Municipal de Educação de Jequié, da Polícia Militar, representantes do Corpo de Bombeiro, do SAMU, da Guarda Municipal, da Superintendência Municipal de Trânsito (SUMTRAN).

As atividades de promoção a um trânsito mais seguro ocorreram nas escolas municipais e empresas da região, onde foram realizadas palestras, inclusive com a participação de policiais aposentados desta regional, os quais compartilharam um pouco de suas vivências e experiências quando atuavam nas rodovias, ministrando palestras sobre legislação do trânsito.

A solenidade de encerramento aconteceu na Câmara de Vereadores de Jequié, onde foram apresentados os resultados em audiência pública à comunidade, reforçando a importância das ações voltadas à educação para o trânsito. A iniciativa promove a sensibilização dos agentes transformadores da sociedade para a conscientização, vivência e comportamento seguro no trânsito, contribuindo para a diminuição de mortes de inocentes em decorrência da violência no trânsito.

Motivação:

No Brasil, os acidentes de trânsito representam a principal causa externa para a morte de crianças entre 0 e 14 anos. Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 2 mil crianças até 14 anos morrem anualmente no país. Tais números demonstram a necessidade e a urgência da adoção de medidas capazes de reverter esta situação, que poderia até ser configurada como séria questão de saúde pública.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está engajada também, no Programa da Organização das Nações Unidas – ONU, Década Mundial de Segurança Viária 2011/2020, cuja meta prioritária é reduzir em 50% o número de mortos e de feridos em decorrência de acidentes de trânsito, recepcionado pelo governo brasileiro em maio de 2011, por intermédio do Pacto Nacional pela Redução de Acidentes no Trânsito – Pacto pela Vida.

COMPARTILHAR